Trabalhadores rurais da lavoura da cana entregam moção de repúdio às usinas

Em assembléia deliberativa, realizada nesta terça-feira, dia 19, lideranças dos 49 sindicatos dos trabalhadores rurais da zona canavieira alagoana decidiram apresentar moção de repúdio as usinas alagoanas.
A medida foi adotada como forma de protesto pelo regime de contração de trabalhadores por tempo determinado que foi adotado, nesta safra, pelas industrias do setor sucroenergético.
A reunião foi realizada na sede social da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura no Estado de Alagoas (Fetag/AL), localizada no bairro de Mangabeiras.
“Estamos também pedindo providências as usinas para que este modelo de contrato seja revertido. Vamos esperar a resposta da classe patronal para que possamos nos reunir novamente. A paralisação não é descartada pela categoria”, acrescentou o secretário de Assalariados da Fetag/AL, Antonio Torres, lembrando que na próxima semana deve ter início a rodada de negociação para o fechamento do acordo coletivo de trabalho 2010.