Fetag/AL anuncia para junho o início do Programa Amigo Trabalhador

O secretário de Assalariadosda Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Alagoas (Fetag-AL), Antônio Torres Guedes, informou que o início do cadastro do Programa Amigo Trabalhador só deve começar na primeira quinzena de junho.

Uma reunião foi realizada, hoje, entre o presidente da Fetag/AL, Genivaldo Oliveira, o secretário de assalariados da Fetag, Antônio Torres Guedes, e representantes da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Qualificação, responsável pela execução do programa.

“Algumas mudanças foram inseridas na lei. O que casou o adiamento do cadastro, previsto para o final do mês de maio”, justifica ele. Entre as mudanças, a criação de um comitê gestor deve ser divulgada até o dia 29 deste mês.

Em seguida, o comitê gestor deve ser publicado em decreto no Diário Oficial do Estado (DOE). Então, será iniciado o cadastramento dos trabalhadores rurais.

O programa tem o objetivo de dar um auxílio financeiro no valor de R$ 130 aos trabalhadores rurais no período de entressafra da cana-de-açúcar, quando acontece o processo de mecanização do produto e os mesmos ficam sem atividade remunerada durante quatro meses.

Além da bolsa-auxílio, cursos de qualificação serão ministrados a esses trabalhadores. Por conta da limitação de recursos, o programa será direcionado apenas aos trabalhadores rurais do setor sucroenergético do litoral sul de Alagoas.

O projeto beneficiará 11 municípios alagoanos: Marechal Deodoro, São Miguel dos Campos, Campo Alegre, Teotônio Vilela, Igreja Nova, Penedo, Piaçabuçu, Feliz Deserto, Coruripe, Jequiá da Praia e Roteiro.

Em Alagoas, a iniciativa do Programa partiu da Fetag-AL que contou com o apoio do deputado estadual, Joãozinho Pereira. A minuta de lei do Programa Amigo Trabalhador foi aprovada, no mês passado, pela Assembleia Legislativa do Estado (ALE).

O Programa Amigo Trabalhador, nome dado ao programa em Alagoas, já é desenvolvido em outros estados, a exemplo de Pernambuco, com o Chapéu de Palha.