Fetag representa trabalhadores rurais em seminário na ALE

Seminário sobre a queima da palha da cana reuniu representantes dos trabalhadores, empresários e entidades ligadas ao meio ambiente
A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado de Alagoas (Fetag/AL) participou na manhã desta quinta-feira, 29, na Assembleia Legislativa de Alagoas, do Seminário sobre a extinção da queima da palha da cana de açúcar no Estado. 
Durante a reunião, foram apresentadas palestras sobre os danos causados ao solo e ao meio ambiente devido à queima da palha da cana. Os impactos sociais e econômicos causados pelo fim da queima da palha da cana de açúcar também foi pautado no encontro.
A Fetag/AL esteve representada pelo secretário dos Assalariados, Cícero Domingos e pelo secretário de Meio Ambiente da Federação, Antônio Torres. “Trata-se de uma boa discussão. O Início de uma discussão polêmica. Mas a Federação estará sempre presente, defendendo o trabalhador rural e pronta para lutar em prol da categoria”, afirmou Domingos.
“Esse debate já deveria ter começado há algum tempo, pois há anos os trabalhadores rurais já esperam por uma solução em relação ao seu trabalho com o fim da queima da palha da cana de açúcar”, disse Antônio Torres. Ele completou falando que outros debates devem acontecer até que todos os aspectos causados com o fim da queima da palha da cana de açúcar possam ser discutidos e, de alguma forma, solucionados.
Além da Fetag/AL, participaram do seminário, representantes do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal), da Associação dos Plantadores da Cana do Estado de Alagoas (Asplana), da Embrapa e de algumas Usinas do Estado. O seminário foi mediado pelo presidente da Fernete Parlamentar propositora do evento, Deputado Estadual Jota Cavalcante.